Cosmovisão Vida Cristã

Fidel Está Morto. Seu Nome Apodrecerá

27/11/2016
fidel esta morto

Novembro de 2016 ficará marcado, não apenas pela morte do ditador comunista Fidel Castro, mas, pelo falecimento do grande missionário, teólogo, pregador do Evangelho: Doutor Russell Shedd, que no dia 26, em casa, cercado de familiares, aos 87 anos, vítima de câncer, passou da morte para a vida. Hoje encontra-se nos braços do Pai.

“Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida.” (João 5:24)

Shedd foi um dos nomes mais nobres da teologia protestante atual, foi batista calvinista, fazendo menção de que a salvação vem pela Graça mediante a fé através da eleição e predestinação. Forte defensor da pregação expositiva, defendia a autoridade suprema e inspirada da Bíblia, sendo esta a única revelação fidedigna de Deus: “a Bíblia é a palavra de Deus”. Suas últimas palavras públicas foram exemplo de fé e perseverança. Sua vida foi marcada pelos frutos, que foram bons. — Já Fidel, coleciona revoluções sangrentas, perseguições de religiosos, fechamentos de escolas cristãs, demolições de igrejas, proibição e regulamento de cultos, o assassinato de 10 mil opositores apenas em 1960, e, uma quantidade de ações desprovidas de piedade. Além de ter criado um Estado ateu, o comunista era um falso mestre, é dele as frases: “Ele (Jesus Cristo) foi o primeiro comunista. Repartiu o pão, repartiu os peixes e transformou a água em vinho” e “Quem trai o pobre, trai a Cristo.” O ditador de Cuba parecia acreditar que Cristo tinha sido uma versão santa do revolucionário Che Guevara, de forma desonesta deturpava valores cristãos para defender suas atrocidades. Amigo íntimo do falso profeta Frei Beto, chegou a declarar: “Ao longo destes anos, tive a oportunidade de expressar a coerência que existe entre o pensamento cristão e o pensamento revolucionário”. Suas últimas palavras proferidas em Abril (2016), foram um reforço de todo seu legado, com orgulho reafirmou querer que o pensamento comunista cubano viva para sempre (assista). Sua vida foi marcada por frutos podres. 


Shedd e Fidel foram mestres, um foi verdadeiro, o outro, falso. Ambos arrebanharam multidões, um trabalhou para Cristo, o outro, para o seu próprio umbigo. Os dois influenciaram gerações, mas, apenas um viveu em boas obras. É certo que Deus não nos salva por obras, sim por Graça (Efésios 2:8,9), mas, também é certo que: “…somos criação de Deus, realizada em Cristo Jesus para vivermos em boas obras, as quais Deus preparou no passado para que nós as praticássemos hoje.” (Efésios 2:10) O homem que teme a Deus é justo, ele pratica as boas obras, o que não tem temor algum por Sua divindade, é ímpio, e promove violência. Jesus disse: “pelo fruto se conhece a árvore” (Mateus 12:33).

Acautelai-vos quanto aos falsos mestres. Eles se aproximam de vós disfarçados de ovelhas, mas no seu íntimo são como lobos devoradores. Pelos seus frutos os conhecereis. É possível alguém colher uvas de um espinheiro ou figos das ervas daninhas? Assim sendo, toda árvore boa produz bons frutos, mas a árvore ruim dá frutos ruins. A árvore boa não pode dar frutos ruins, nem a árvore ruim produzir bons frutos. Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e atirada ao fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. (Mateus 7:15-20)

Fidel, mesmo sendo um homem ímpio e perverso, propagador de ideologias sanguinárias e falsas esperanças, foi exaltado e idolatrado por muitos, recebeu muitas honras na terra, porém, nós sabemos que nossa recompensa não está neste mundo. Somente em Cristo há VIDA, Ele é a Videira verdadeira (João 15:5). O reverendo Russell Shedd compreendeu isso, creu, por isso, dedicou sua vida à compartilhar essa Verdade. Foi um testemunho vivo da maravilhosa Graça de Deus revelada na Pessoa de Cristo.  Sem dúvidas, receberá seu galardão no céu. Glórias a Deus por sua vida! E que Deus traga conforto aos familiares. — À família do ditador, meu desejo é que se arrependam  de seus pecados enquanto há tempo, pois, o povo cubano não aguenta mais ser escravizado pela ganancia dos Castro.

As bênçãos coroam a cabeça dos justos, mas a boca dos ímpios abriga a violência. A memória deixada pelos justos será uma bênção, mas o nome dos ímpios apodrecerá. (Provérbios 10:6,7)

Assista as últimas palavras do reverendo:

Você pode gostar também

Sem comentários

Deixe uma Resposta